Espirro e suas particularidades

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 , Postado por Tatiana C. Mendes em 08:57

Espirrar é uma ação involuntária do nosso organismo, o qual visa expulsar imediatamente, através do nariz, gotículas e ar. Tal reação é provocada como forma de reagir à presença de partículas como poeira, pólen, ácaros, vírus, bactérias e fumaça.



Inicialmente o organismo identifica o agente irritante no nariz pelo nervo trigeminal, como resposta, automaticamente, ocorre à contração do tórax e do abdômen, além do enchimento dos pulmões de ar. A partir daí, devido a todo processo, o ar sai dos pulmões em alta velocidade, - “nasce” assim o espirro, podendo chegar aos surpreendentes 160 km/hora.

Existem outras causas para o espirro, como o estímulo ótico, o que também é chamado de espirro de reflexo fótico. Nestes casos o que costuma ocorrer é a incidência de um feixe de luz repentino que faz com que o nervo ótico envie sinais rapidamente para o cérebro, tais sinais elétricos tem o intuito de fazer com que a retina se contraia, porém, como o nervo ótico está bem próximo do trigeminal, esse segundo sente os estímulos elétricos e erroneamente identifica a presença de alguma partícula estranha, logo temos o espirro também.

Cabe ressaltar que não é nada saudável “segurar” o espirro, pois alguns males podem ocorrer em função disso, como o organismo não conseguir colocar em prática seu tão eficiente sistema de defesa, expulsando, desta forma, o “ser estranho” - futuras doenças podem ser desenvolvidas a partir daí; outro problema que poderá surgir devido ao “prender” o que é natural é que, devido à alta velocidade do espirro, que pode chegar a 160 km/hora, como já citado, segura-lo pode fazer com que o ocorra à ruptura dos tímpanos, além também de uma possível ruptura de veias e artérias, o que, em casos mais extremos, pode causar até mesmo um derrame ou uma convulsão.

Agora, para descontrair: se você, além da vontade de espirrar, tem outras vontades, cuidado para não fazer o que protagonista do vídeo abaixo fez...


... Ele nem segurou o espirro, imaginem se tivesse “segurado” - o que teria acontecido?

Ah, sim! Como curiosidade: dizer “saúde” para quem espirra ainda está valendo, afinal, tal dizer vem da antiga crença de que o espirro era sinônimo de mau presságio – provavelmente por causa das partículas estranhas – relacionado a doenças graves.

Currently have 7 Opiniões (Dê a sua!):

  1. Kaah - says:

    Preferia n ter visto o video,que é old,mas ver essa nojeira denovo..ARGH;

  1. anderson says:

    Ótimo post!!!

    Eu devido a minha educação francesa aindo prefiro segurar o meu espirro. Na França espirrar é falta de educação.
    Mas como estou no Brasil as vezes aproveito essa liberdade e espirro com vontade.

  1. http://www.yperlink.com
    Um novo agregador de sites e blogs, simples e fácil de usar, divulgue suas matarias encontre notícia e informação num só lugar, entre e confira
    http://www.yperlink.com

  1. Ana Luana says:

    Excelente matéria! Agregue este link em nossa rede social!

    http://migre.me/1aSCq

  1. Anônimo says:

    meu Deus raxei de rir agora
    o cara saiu correndo............muito bom!
    hehehhe

  1. Kaah, realmente, o vídeo é... Sem comentários, mas achei bem, enfim... Sem comentários rs, e acabei postando (pra quem tem estômago forte).

    Anderson... Antes de qualquer coisa, obrigada pelo comentário! Devo confessar que não sabia que na França espirrar é falta de educação, aí é complicado... Bem, aproveite estar no Brasil então.

    No mais, obrigada a todos que tem comentado!

    Tatiana

  1. Felix says:

    KKKK que bizarro...

Leave a Reply

Postar um comentário

O que pensa sobre isso? Obrigada pela ponderação!
(Comentários que contenham palavras de baixo nível, ou fora de propósito, não serão aceitos)

Mais matérias interessantes...